O objetivo de todo investimento é o retorno financeiro que ele pode proporcionar. Seja uma aplicação no mercado financeiro ou uma melhoria operacional, como a terceirização de um serviço, é fundamental que os indicadores corretos sejam empregados ao avaliar seus resultados.

Na gestão empresarial, um dos indicadores mais importantes que devem ser dominados pelo gestor é o ROI (sigla em inglês para Retorno sobre Investimentos). Ele permite visualizar de maneira clara os reais rendimentos de qualquer tipo de investimento, o que ajuda a orientar as decisões financeiras tomadas pela companhia.

Quer saber como medir o ROI dos investimentos da sua empresa? Continue a leitura do post e entenda tudo sobre esse retorno!

O que é ROI?

Assim como o próprio nome sugere, o objetivo do ROI é identificar o retorno financeiro associado a determinado investimento. Seus parâmetros possibilitam que a análise seja feita por períodos de tempo, permitindo que o gestor trabalhe com dados detalhados e precisos.

Além de adequar as metas e resultados para um cenário mais realista, esses dados permitem estipular prazos que as iniciativas passem a gerar retorno. Antes de saber como medir o ROI, não se esqueça de que ele pode ser feito até mesmo antes de se efetivar um investimento, já que ele permite antecipar resultados e avaliar a viabilidade de qualquer negócio.

Aplicando o ROI de maneira correta, é possível descobrir quais investimentos têm trazido o resultado esperado e quais não têm tido um bom desempenho. Assim fica mais fácil concentrar os esforços apenas nos negócios que trazem vantagens reais.

Como medir o ROI?

Para descobrir o retorno de um investimento por meio do ROI, basta subtrair o valor dos ganhos obtidos pelo montante aplicado. Depois, divida o resultado pelo valor investido novamente. A fórmula fica assim:

ROI = (Ganho obtido – Valor do investimento inicial) / Valor do investimento inicial

Como esse índice costuma ser expresso em porcentagem, será preciso multiplicar o resultado obtido por 100.

Vamos visualizar um exemplo prático: se um investimento no valor de R$ 75 mil resultou em ganhos de R$ 300 mil, chegaremos a um resultado de 3. Multiplicando por 100, o ROI dessa operação seria de 300%.

É importante ressaltar que não existe um índice ideal para esse parâmetro, pois os objetivos de cada investimento são diferentes. Com isso, é necessário desenvolver um bom planejamento financeiro para determinar os valores adequados para cada caso.

O cálculo do ROI parece uma tarefa simples, não é mesmo? No entanto, existem muitos fatores que influenciam diretamente nessa conta. É preciso considerá-los para que os resultados obtidos representem, precisamente, a real situação de seus investimentos.

Qual a diferença entre o cálculo do ROI em frota própria e alugada?

Como você já percebeu, calcular o ROI é essencial para compreender com maior exatidão se você está fazendo os investimentos certos para a sua empresa. Com isso em mente, é preciso entender que a gestão dos custos de uma frota própria e de uma locação é bem diferente.

Quando uma empresa opta por veículos alugados, o cálculo do ROI se torna uma tarefa muito mais fácil. Isso acontece porque a gestão financeira nesse tipo de operação é simplificada, já que, na maioria das vezes, os custos variáveis se tornam responsabilidade da empresa contratada.

Nesse caso, é preciso arcar apenas com o valor de locação e do combustível e, ao mesmo tempo, contar com inúmeros benefícios, como mobilidade, suporte necessário durante o trajeto e agilidade.

Dessa forma, o retorno financeiro para sua empresa acaba sendo maior com a locação, principalmente porque você pode contar também com carros reservas, que fazem com que a produtividade da frota não seja impactada quando um veículo fica indisponível.

A gestão de uma frota própria é um dos maiores desafios de qualquer gestor, pois o investimento é maior e os retornos podem não ser tão grandes. Valor de aquisição, emplacamento, impostos, manutenção, entre outros, são alguns dos custos associados aos veículos particulares que tornam o cálculo do ROI mais complexo nesses casos.

Agora que já sabe como medir o ROI dos seus investimentos, fica mais fácil entender se eles realmente vão produzir bons resultados de acordo com a economia de seu negócio.

Gostou deste post? Aproveite para conhecer as melhores soluções em aluguel de carros para empresas com a Localiza Hertz. Basta acessar a nossa página!

Escreva um comentário