Se atualmente você gerencia sua empresa da mesma forma como fazia quando ela começou, temos uma notícia boa e outra ruim. Primeiro, a boa: procedimentos-padrão e rotinas de trabalho nos tornam eficientes. O lado ruim: usar os mesmos métodos significa que houve pouca inovação para a empresa.

E você sabe que isso é ruim. Mas vamos dar outra notícia boa para você: se está correndo atrás de ideias inovadoras, saiba que elas podem estar bem perto.

Mas, afinal, onde encontrar estas boas ideias? Será que o investimento em inovação é alto? Quais serão os efeitos no cotidiano do trabalho? Você está no lugar certo para descobrir as respostas. Leia até o final e se surpreenda com o que pode ser feito para melhorar os resultados do seu negócio!

Entenda o conceito de inovação

Primeiro, é importante esclarecer o que é inovação empresarial. Esse conceito é bem simples de ser assimilado. Consiste em buscar formas otimizadas e diferentes de desempenhar as atividades da empresa. Essa busca vem por meio da coleta de novos insights. Para que uma ideia se firme como inovadora, ela precisa corresponder às expectativas do cliente, ser financeiramente viável e oferecer lucros.

Veja algumas ações que podem trazer inovação para a sua empresa:

  • obter novas fontes de matéria-prima;
  • desenvolver um novo produto ou serviço;
  • reestruturar produtos ou serviços já oferecidos;
  • desenvolver novos processos;
  • captar atenção de um público diferente;
  • promover mudanças na organização, que podem envolver novas formas de trabalho.

A teoria dos 15% pode trazer inovação para a empresa

Se você reparou bem, todos os objetivos mencionados acima se tratam de novidades para a empresa. E novidades não surgem do nada. Surgem a partir de ideias novas, que podem ser comparadas com uma planta.

Se o solo for bom e os cuidados forem adequados, várias espécies de vegetação podem surgir. Aí que está o seu desafio como gestor. A criação desse ambiente fértil é responsabilidade sua.

A teoria mencionada acima diz que 15% do tempo que o colaborador passa na empresa deve ser usado para inovação, criatividade e empreendedorismo. Muitas organizações têm apostado nesse modelo de gestão e, com isso, conseguem extrair dos colaboradores excelentes ideias, envolvendo tecnologias inusitadas, métodos de trabalhos mais eficientes e assim por diante.

Crie um banco de ideias

Locais de trabalho onde a rigidez e a excessiva formalidade predominam são como uma câmara de gás que sufocam qualquer ideia inovadora. Se o seu negócio estiver indo nessa direção, é bom tomar cuidado. Para conseguir colher bons insights dos funcionários, temos uma boa dica.

Exponha para os colaboradores algum problema recorrente na empresa, alguma proposta de mudança nos serviços oferecidos ou qualquer outra situação como os pontos alistados abaixo do tópico “Entenda o conceito de inovação”. Conceda tempo para o surgimento das ideias e, após isso, marque uma reunião para saber dos resultados.

É provável que você se surpreenda com algumas das soluções propostas, tanto positivamente como negativamente. Mas é importante valorizar cada esforço e criar um banco de ideias. Após isso, elas passarão por uma filtragem e as melhores terão boas chances de trazer inovação para sua empresa.

Aposte no Job Rotation

Entre as suas prioridades na administração da empresa, é provável que a redução de custos operacionais e o aumento nos resultados financeiros estão no topo da lista. E fazer isto, com certeza, exige bastante tempo e dedicação. Ter funcionários já habituados às suas funções pode ajudar na produtividade, mas em longo tempo pode se mostrar uma ideia inadequada.

Justamente por isso muitas corporações apostam no job rotation (rotação de cargos) para trazer inovação. Como o nome sugere, envolve fazer mudanças ocasionais nos cargos dos colaboradores ou simples troca nos serviços que cada um desempenha.

Parece ser insignificante, mas essa prática afasta a monotonia e oferece novas experiências aos seus funcionários. Ambientes e funções repetitivas são ótimas para máquinas e robôs. Porém, se você trabalha com pessoas, a diversificação trará um acréscimo ao repertório intelectual delas. De início, a adaptação pode ser um pouco difícil, mas os bons resultados costumam vir logo.

Valorize os stakeholders

Afinal, quem são eles? Podem ser uma pessoa ou um grupo que tem interesse ou participação na sua empresa. Nessa lista, com certeza, estão seus funcionários, clientes e fornecedores. Assim, pode-se concluir que os stakeholders são afetados positiva ou negativamente pelas decisões que você toma como gestor.

Você é daquele tipo que aceita poucas sugestões? É bom começar ir mudando essa estratégia. Os stakeholders do seu negócio têm muito a contribuir para a inovação. Por isso, esteja sempre aberto a feedbacks, sugestões e críticas. Empresas que dão valor a isso melhoram a sua imagem aos olhos dos clientes e até dos concorrentes.

Você acha que lidar com pessoas é muito complicado? Bem, sabemos que fácil não é. Se os seus funcionários são pessoas com pontos de vista completamente diferentes, formas de trabalhar distintas e habilidades diversificadas saiba que você tem a faca e o queijo na mão para aumentar o potencial da sua empresa.

A pluralidade de visões e perfis é essencial para o surgimento de ideias que podem incrementar inovação para a sua empresa. Por isso, valorize os seus stakeholders!

Arrisque novos modelos de negócio

Muitos empresários até evitam falar nisso, mas vamos esclarecer alguns pontos. Um novo modelo de negócio não significa, necessariamente, um produto ou serviço inédito. Inovar os modelos de negócio significa gerar maior valor para aquilo que já é comercializado.

Para fazer isso é preciso reconhecer as necessidades e tendências de mercado. Tente perceber mesmo as mudanças mais sutis no modo como seus clientes consomem ou contratam seus serviços. Nessas ocasiões, pode ser útil fazer uma pesquisa de satisfação ou pedir sugestões.

É natural que os seus clientes possuam um determinado perfil. E isso é bom para conseguir oferecer algo mais personalizado. Mas é bom experimentar novos segmentos de consumidores para tornar seu negócio ainda mais abrangente.

Sabemos que gerenciar uma organização exige bastante tempo e dedicação. E ainda ter que equilibrar a vida pessoal com a profissional aumenta o desafio. Mas se a sua empresa tem conseguido se sair bem nessa época de instabilidade econômica, é sinal de que você está cumprindo bem o seu papel.

Veja que não é tão difícil trazer inovação para a empresa. Temos certeza de que seguir essas dicas vão dar um novo ímpeto para o seu negócio!

E se você tem amigos que estão passando por esse mesmo desafio, não se esqueça de compartilhar com eles este texto nas suas redes sociais!

Escreva um comentário