Realizar tarefas a partir da conexão de dispositivos com a internet já é uma realidade para milhões de pessoas em todo o mundo. No entanto, essa conectividade está sendo expandida cada vez mais diante da grande revolução proposta pela Internet das Coisas.

Mais conhecida por sua sigla IoT (do inglês, Internet of Things) o conceito propõe uma verdadeira expansão de conectividade, levando a internet para qualquer tipo de objeto, e não apenas nos já tradicionais celulares, tablets e computadores.

Assim, é possível combinar itens comuns do dia a dia em sistemas automatizados e levar às pessoas todas as vantagens que a internet tem a oferecer.

Você pode até não ter percebido, mas a transformação digital proposta pela Internet das Coisas está acontecendo agora mesmo e vem mudando a interação de empresas, produtos e serviços.

Quer ver como está esse cenário e como preparar seu negócio para ele? Leia o post até o fim para conferir!

Como surgiu a Internet das Coisas?

Apesar de a ideia de conectar diversos dispositivos por meio da internet existir desde a década de 1970, o termo como o conhecemos hoje foi criado pelo pesquisador britânico Kevin Ashton, em 1999, durante uma apresentação sobre etiquetagem eletrônica de produtos e identificadores de rádio frequência.

Devido à grande limitação de tempo e espaço da sociedade atual, o pesquisador propôs que as pessoas precisariam se conectar à internet de diferentes maneiras para otimizar as mais variadas tarefas do cotidiano, desde compras no supermercado até a exploração de recursos naturais e energéticos.

Na época, o assunto ainda era extremamente novo, mas abriu as portas para a grande inovação que estava prestes a surgir.

Em 2010, a IoT ganhou muita popularidade quando o serviço Street View, da Google, armazenou os dados por meio de redes Wi-Fi. Foi aí que as pessoas perceberam todo o potencial da conectividade para a vida moderna.

Qual é o status atual da Internet das Coisas?

Após promover discussões sobre o assunto por anos, finalmente o mundo está mais preparado e maduro para levar tecnologia em escala até a casa das pessoas — e não faltam setores a serem impactados por essa verdadeira revolução.

Escritórios inteligentes, lojas, hospitais, fábricas etc. Para cada um desses locais, a Internet das Coisas tem uma solução diferente de conectividade.

A Sony, por exemplo, está desenvolvendo televisores integrados a outros dispositivos da casa, como lâmpadas, enquanto empresas como Dell, Intel e Samsung se uniram para padronizar suas conexões.

No entanto, é no ambiente organizacional que toda essa tecnologia promete causar um impacto ainda mais significativo.

Com a transformação digital, a tendência é que os locais de trabalho se tornem cada vez mais dinâmicos e interativos, melhorando bastante a vida de gestores e funcionários.

Como você pode perceber, a IoT não é uma tendência, mas uma realidade. Por isso, é tão importante estar capacitado para sua implantação, preparando a empresa para todas as vantagens que essa grande inovação está trazendo por aí.

Como dimensionar o impacto da Internet das Coisas nas empresas?

Além de melhorar o conforto das pessoas em suas tarefas pessoais, a IoT vai impactar diretamente na vida profissional, tornando as empresas ainda mais conectadas e inteligentes. Quer ver quais são os benefícios para o seu negócio? Confira abaixo!

Mudanças no trabalho

Lembra quando falamos de escritórios inteligentes? Essa é uma das principais mudanças propostas pela Internet das Coisas, por meio de modificações significativas no ambiente corporativo.

Seja qual for o segmento, a tecnologia baseada em dados promete transformar todo o negócio, desde sua estrutura até a relação com o cliente.

A grande questão é a possibilidade de interconexão entre objetos e a internet, possibilitando o surgimento de empresas muito mais funcionais.

Outro benefício está relacionado à comunicação, que será potencializada e capaz de atrair cada vez mais públicos. Já o uso de dados será usado de forma muito mais rápida e eficaz, uma vez que todas as ferramentas de trabalho estarão conectadas entre si.

Maior produtividade

Quando o assunto é produtividade, a Internet das Coisas também oferece alternativas bem interessantes e que prometem otimizar ainda mais o trabalho dos funcionários.

Graças ao fluxo contínuo de dados que eles terão acesso, não vai sobrar espaço para falhas e esquecimentos no dia a dia. Assim, as empresas poderão contar com uma maior eficiência da força de trabalho e alcançar resultados ainda melhores no futuro.

Impactos econômicos

Outra grande vantagem da IoT no local de trabalho é a redução de custos, principalmente com energia. A tendência é que as empresas adotem sistemas de iluminação e climatização automáticos, com sensores inteligentes, evitando gastos exagerados na rotina.

O ambiente corporativo também será monitorado continuamente para que as despesas sejam controladas e os custos desnecessários eliminados.

Além de melhorarem suas finanças, essas mudanças são benéficas para o meio ambiente e fazem com que o negócio se torne responsável e comprometido com a sustentabilidade.

Como se preparar para essa transformação?

Se por um lado a tecnologia pode ser usada como um instrumento de otimização de serviços e melhoria no ambiente de trabalho, ela também pode ser uma armadilha.

Como a Internet das Coisas disponibiliza um enorme volume de dados, todas as decisões devem ser tomadas com cuidado e atenção. Afinal, decisões apressadas nesse cenário podem trazer grandes prejuízos e você deve ficar sempre atento para não cometer erros.

Quando o assunto é a tomada de decisões sobre mobilidade, por exemplo, o LOCALIZA FAST pode ser uma solução muito útil em sua empresa.

O serviço da Localiza Hertz oferece diversas funcionalidades que tornam o aluguel de carros mais prático e ágil, bastando apenas usar um dispositivo móvel.

Para quem tem uma agenda cheia e não quer perder tempo, essa proposta inovadora pode fazer toda a diferença. Para você ter ideia, por meio desse serviço, você faz a reserva pelo app, passa na Localiza Hertz e consegue abrir o carro direto pelo celular.

Como você viu até aqui, o mundo está prestes a se tornar altamente conectado com a Internet das Coisas. À frente de sua empresa, não se esqueça de jamais superestimar as mudanças que estão por vir, reconhecer a natureza dinâmica das tecnologias da informação e aderir às soluções de IoT mais acessíveis.

Gostou deste post? Aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais e mostrar para os seus amigos as principais mudanças que a Internet das Coisas está trazendo por aí!

Escreva um comentário